Archive

Archive for March, 2007

Instalando o Compiz e/ou Beryl no Debian Etch

March 23, 2007 21 comments

A última moda do mundo Linux: desktop 3D.
Pra quem não conhece ainda, pode ver alguns vídeos demonstrativos no Youtube.

O primeiro a fazer fama foi o Compiz. Depois um fork dele, mais incrementado (e enfrescurado) foi lançado sob o nome de Beryl. Basicamente a diferença entre eles é que o Beryl tem um desenvolvimento mais ágil, portanto apresenta alguns plugins a mais e possui o Emerald, um gerenciador de temas de bordas de janelas, que não existe na versão pura do Compiz.

Depois de algum tempo vendo inúmeras mensagens de dúvidas em fóruns sobre ‘como instalar Compiz/Beryl na distribuição X’, eu me surpreendi com a facilidade de instalação quando finalmente resolvi testar.

Para instalar o Compiz ou Beryl, você precisa ter um computadorzinho razoável. Recomendam um processador de no mínimo 1GHz com uma plaquinha de vídeo. O pessoal do Debian recomenda uma das seguintes placas de vídeo:
– Intel i830 a i945
– ATI Radeon acima da sério X800
– placas NVIDIA que suportam os drivers 9xxx (guia de instalação no Etch aqui)

Na verdade, execute o comando:

glxinfo | grep direct

Se o comando não existir, instale o pacote mesa-utils:

apt-get install mesa-utils

Se a resposta do glxinfo for:

direct rendering: Yes

Pode seguir adiante. Senão…. ops.. acho que seu hardware não suporta um ambiente 3D.

Atenção: todos os comandos abaixo devem ser executados como root.

1) Instalando o Compiz

O tutorial oficial para instalação do Compiz no Etch pode ser visto em http://wiki.debian.org/Compiz

Basicamente, vou traduzí-lo para o português…
Instale os pacotes xorg e compiz, que já devem estar no repositório do Etch (deb http://ftp.debian.org/debian etch main), para isso:

apt-get install xorg compiz

Se não quiser instalar o Beryl, pule para o passo 3.

2) Instalando o Beryl

O Beryl ainda não está nos respositórios do Etch, por isso é preciso adicionar as seguintes linhas no arquivo /etc/apt/sources.list:

deb http://debian.beryl-project.org/ etch main
deb-src http://debian.beryl-project.org/ etch main

Depois, execute

apt-get update

E instale os pacotes do beryl e emerald (o gerenciador de temas do Beryl), e o pacote libxcomposite1 (que provavelmente já estará isntalado):

apt-get install libxcomposite1 beryl emerald

Vários pacotes serão instalados.

3) Configurando o X

Agora vamos editar o arquivo /etc/X11/xorg.conf (lembra dele?) .
Adicione a seção “Extensions”, caso ela ainda não exista:

# Seção "Extensions" (se já não existir, adicione-a)
Section
"Extensions"
Option "Composite" "enable"
EndSection

Procure pela seção “Device”, que contém as informações da sua placa de vídeo, e adicione a seguinte linha dentro dela:

Option "XAANoOffscreenPixmaps" "true"

Se sua placa de vídeo for nvidia, adicione também esta linha na seção “Device”:

Option "AllowGLXWithComposite" "true"

E, ainda se for nvidia, esta linha na seção “Screen”:

Option "AddARGBGLXVisuals" "True"

Reinicie o ambiente gráfico (pressione control+alt+backspace), abra um terminal (ou pressione alt+f2 no gnome) e digite (estes comandos não devem ser executados como root):

Para rodar o compiz:

compiz --replace

Para rodar o beryl:

beryl-manager

Pronto, se deu tudo certo o Compiz ou Beryl estará executando :)

Categories: Linux, Portuguese

Resolução de Tela no Linux

March 21, 2007 15 comments

Tive uns problemas com resolução de tela no Linux (Ubuntu 6.10 Edgy Eft) esses dias, e procurando como solucioná-los, percebi que existe uma quantidade enorme de pessoas com dúvidas nesse assunto. Por isso resolvi escrever esse post com alguns detalhes sobre as configurações do ambiente gráfico no Linux.

Para trocar a resolução no Linux, basta utilizar o aplicativo de troca de resolução do seu ambiente gráfico. No Gnome, este aplicativo é o gnome-display-properties, acessado através do menu Preferências com o nome’Resolução de Tela’.
Acontece que às vezes, este aplicativo não mostra todas as resoluções de tela suportadas. Principalmente aquela que você quer usar.
Para consertar isso, o servidor gráfico deve ser configurado.

Hoje em dia o servidor gráfico encontrado em praticamente todas as distribuições Linux é o xorg, suas configurações ficam num arquivo de texto: /etc/X11/xorg.conf. É esse arquivo que tem os detalhes sobre a sua resolução de tela, taxa de atualização do monitor, mapa de teclado, tipo de mouse, etc.

As configurações do monitor ficam na seção Monitor, para encontrar basta procurar pela linha:

Section "Monitor"

As principais informações aqui são as freqüências horizontal e vertical do monitor, informadas nas opções HorizSync e VertRefresh.
Abaixo um exemplo da seção Monitor do meu xorg.conf (Debian Etch):

Section "Monitor"
Identifier
"SyncMaster 551v"
Option "DPMS"
HorizSync 30-55
VertRefresh 50-120
EndSection

Nesse caso, a freqüência horizontal do meu monitor é 30-55 e a vertical 50-120. Para saber quais são as freqüências do seu monitor, basta olhar no manual. Caso você tenha perdido o manual, olhe o modelo do monitor (geralmente escrito ao lado da tela) e procure no site do fabricante. Ou, google it.
Observem o campo Identifier, definido como’SyncMaster 551v’. Este campo define o identificador deste monitor e será importante a seguir.

Todos esses dados são de extrema importância para que as resoluções de tela e a taxa de atualização que seu monitor suporta sejam aceitas pelo servidor gráfico e mostradas no aplicativo de troca de resolução do seu ambiente preferido.
Portanto, se os dados estiverem incorretos, troque-os para os indicados nas especificações do seu monitor.

A seção Screen contém informações sobre a tela. No meu computador, ela é parecida com:

Section "Screen"
Identifier "Default Screen"
Device "Intel Corporation 82845G/GL[Brookdale-G]/GE Chipset Integrated Graphics Device"
Monitor "
SyncMaster 551v"
DefaultDepth 24
SubSection "Display"
Depth 1
Modes "1024x768" "800x600" "640x480"
EndSubSection
SubSection "Display"
Depth 4
Modes "1024x768" "800x600" "640x480"
EndSubSection
SubSection "Display"
Depth 8
Modes "1024x768" "800x600" "640x480"
EndSubSection
SubSection "Display"
Depth 16
Modes "1024x768" "800x600" "640x480"
EndSubSection
SubSection "Display"
Depth 24
Modes
"1024x768" "800x600" "640x480"
EndSubSection
EndSection

Vejam que o campo Monitor é definido com o mesmo nome do campo Identifier da seção Monitor: ‘SyncMaster 551v’. Isto faz com que a tela utilize aquelas informações definidas naquela seção Monitor.
O campo DefaultDepth define o número de bits de cores padrão. Para cada nível de cor, existe uma subseção que define as resoluções suportadas. No meu caso, podem ver que só posso utilizar as resoluções 1024×768, 800×600 e 640×480, ainda que este monitor suporte algumas resoluções maiores.
Adicione aqui as resoluções de tela que você gostaria de utilizar. Se elas forem realmente suportadas pelo monitor (e pela placa de vídeo), serão exibidas no aplicativo de troca de resolução do Gnome (ou KDE, xfce, etc). Como em:

ScreenResolutionOptions

Algumas dicas para a resolução que você deve utilizar:
Em monitores de 15 polegadas, a resolução máxima recomendada é 1024×768. Outras resoluções podem prejudicar a visão por deixar as letras muito pequenas.
Mas, mesmo em monitores maiores, resoluções altas devem ser usadas com cuidado. Alguns monitores suportam altas resoluções porém com baixas taxas de atualização (Refresh rate).
As taxas de atualização costumam variar de 60 a 85 Hz. Taxas muito baixas são prejudiciais à sua visão. As recomendadas variam de 70 a 80 Hz. Embora não seja facilmente perceptível a diferença, após várias horas de uso é fácil perceber o cansaço da vista se utilizar um computador com baixa taxa de atualização da tela.

Por isso, prefira usar 1024×768 @ 70 Hz que 1152×864 @ 60 Hz, por exemplo.

Por enquanto é só.
[]s

Categories: Linux, Portuguese

Which Programming Language Are You?

March 8, 2007 3 comments

Post nerd, pra variar..

Quiz legal: qual linguagem de programação você é?
Tem várias respostas possíveis no final, preste atenção no que você diz.

Eu gostei do meu resultado, aí vai:

You are Prolog. You enjoy looking for different ways to solve a problem.  You take longer to solve them, but usually come up with more than one solution.
Which Programming Language are You?

Categories: Misc, Portuguese, Programming
Follow

Get every new post delivered to your Inbox.